Acordei, pois o Senhor me Sustentou

09:10

"Eu me deitei e dormi: acordei, porque o Senhor me sustentou" (Sl 3.5).

Os Salmos realmente são porções da poesia hebraica que expressam fielmente diversas verdades eternas sob a roupagem de experiências individuais dos salmistas. Diversos salmos reunidos sintetizam, inclusive, grandes conteúdos da doutrina bíblica.

Porém, o verso 5 do terceiro salmo nos descortina algo realmente acalentador e significativo.
O referido salmo diz que o escritor (ou, nós mesmos, na perspectiva do "leitor convidado") deitou, dormiu e acordou, porque o Senhor o sustentou. De fato, este verso exprime uma realidade mui gloriosa. Tudo o que temos em nossa vida resulta da ação favorável de Deus a nós. Até mesmo o ato simples e cotidiano de dormir! Se podemos dormir após um dia de labuta, isso é graça de Deus. O mesmo pode ser dito de nosso despertar. Quando despertamos do sono, fazemos isso por causa da ação bondosa do Senhor, que nos permeou com o seu Espírito, dando-nos saúde e condições de acordar de nosso sono.

Mas o principal não é que, mediante a graça e a bondade de Deus, pudemos dormir e acordar. O que está em evidência é a razão para a qual o cuidado divino aponta. Ora, sabemos que o mero despertar do sono não é resultado de um feliz acaso fisiológico, mas, em última análise, da ação de Deus sobre nós. Isso o verso destacado já nos diz suficientemente "stacatto". E o versículo diz ainda que acordamos porque o Senhor nos sustentou (hb. "camak", apoiar, escorar, encostar). Se Deus nos agracia com o despertar para mais um dia, outrossim nos fazendo cônscios de seu sustento bondoso, isso significa que o dia de hoje não é em vão para nós! O dia de hoje é resultado de uma ação positiva de Deus sobre nós; é resultado de Seu cuidado especial dirigido a cada um de nós. Se acordamos hoje, isso é uma expressão da grande bondade e atenção do Senhor para conosco!

Assim, caso as situações deste mundo nos cansem e nos levem a questionar o motivo de estarmos respirando mais um dia, devemos nos voltar para o fato de que, se estamos acordados hoje, é porque Deus providenciou isso para nós: "... acordo, porque o Senhor me sustenta".

O Senhor nos permitiu o deitar, o dormir e o despertar para mais um dia; e nos mostrou que nada disso é fruto de um sarcasmo do tempo e das duras circunstâncias do existir, ao contrário, é fruto da atenção de Deus à cada uma de suas criaturas. A pergunta que devemos nos fazer diante disso deveria ser: "Que farei com este dia que o Senhor me deu tão favoravelmente? Como utilizarei este tempo graciosamente outorgado a mim pelo Arquiteto do tempo e do espaço?". Como diz Paulo, o apóstolo:

"Portanto, vede diligentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, usando bem cada oportunidade, porquanto os dias são maus. Por isso, não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor" (Ef 5.15-17).

Em suma, desperdiçaremos mais um dia de nossa vida ou o utilizaremos para a glória daquele que nos presenteou com o milagre de acordar mais uma vez?

Posts Relacionados

0 comentários

Curta no Facebook

Receba artigos em seu email